Etiquetas

,

Baixou para 15% dos encargos com juros de empréstimos e rendas, com limite máximo de 591.00 €.

Deixa de ser ddutivel o valor respeitante á amortização de capital.

E apenas para contratos clebrados até 31 de Dezembro de 2011.

Assim, apenas os juros e contratos a partir de 1 de janeiro 2012 é para esquecer a dedção no IRS

O limite acima referido 591€ sera considerado apenas em 75% em 2013, 50% em 2014 e 25% em 2015.

Em 2016 não haverá qualquer dedução mesmo para os contratos

Se for relativo a rendas esse mesmo limite será de 85% em 2013, 70% em 2014, 55% em 2015, 40% em 2016 e 25% em 2017, deixando-se de se aplicar em 2018.

Aqui não conta a data do contrato de arrendamento.

Veja o quadro num post seguinte com o titulo “Encargos com Imóveis – Quadro”

Advertisements