Passa a ser possivel, a partir de 2012, no caso de divorciados que partilham o poder paternal, que ambos os pais colocquem 50% das deduções relativas aos seus dependentes

Advertisements