QUESTÃO:

Tenho uma duvida acerca de subsidios….Um cliente meu recebeu um subsidio do IEFP para criação do próprio emprego. Recebeu 12*IAS da parte do IEFP e recebeu o montante global das prestações do desemprego que tinha direito. Em termos contabilísticos pelo que li vou considerar os 12*IAS numa conta 593 – Subsídios e as prestações do desemprego como empréstimo de sócios ou prestações suplementares. Quanto ao subsidio vou diferi lo em 3 anos já que a empresa tem de estar obrigatoriamente 3 anos em actividade.
 
Acha correcto? Tenho medo de não estar a considerar as prestações como proveitos mas nao me parecem ser proveitos visto que são as prestações de desemprego que o meu cliente ja tinha direito….
 
RESPOSTA:    É ISSO MESMO
Advertisements